Sessão Solene de Abertura do Ano Letivo 2016/2017

A cultura e a arte associaram-se ao momento seguinte: a inauguração, na sala de eventos, da exposição “Espaços”, da pintora Helena Dias, autora de pintura sobre a natureza, paisagens, ou como no caso, mera abstração com variações de cores do seu imaginário que induzem distintas emoções.

O auditório foi o local onde se procedeu à emissão de um selo e carimbo comemorativos, uma edição dos Correios de Portugal. Com esta edição filatélica, pretendeu-se prestar uma merecida e honrosa homenagem ao patrono da escola, vulto maior da ciência, utilizando a linguagem universal do selo.

Coube ao Diretor do Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva, Professor António Figueiredo, a abertura das intervenções mais formais, salientando “a criação do Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva, a nova unidade orgânica com sede na Escola Básica e Secundária Dr. Ferreira da Silva, marca de forma indelével de há cinco anos a esta parte, um período de forte investimento na cultura organizacional, na oferta formativa e na requalificação das suas instalações e espaços físicos”. Referiu igualmente ser esta uma ocasião para uma palavra de apreço à parceria estabelecida com as forças vivas da comunidade, as associações de pais e a autarquia”, enfatizando o muito e profícuo trabalho realizado na requalificação da escola sede, salientando, entre outros “os novos Laboratórios de Físico-Química, Biologia/Geologia e sala de preparação adjacente, um equipamento indispensável a um ensino secundário de qualidade, o parque de estacionamento, infraestrutura cuja carência se fazia sentir há longos anos, a Portaria da escola sede, o Auditório, um espaço multifuncional com capacidade para 148 espetadores, vocacionado para espetáculos musicais, teatro, conferências, colóquios, debates, cinema, e ainda a requalificação da vasta área exterior e jardins da escola sede”, referindo-se igualmente às iminentes obras de requalificação como “mais-valia”, que deixam a escola mais eficaz e eficiente e igualmente “mais bonita”.

O Professor António Figueiredo infletindo para a ação futura salientou: “Nos próximos meses iremos assistir a um conjunto vasto de intervenções que tornarão a Escola Básica e Secundária Dr. Ferreira da Silva uma escola verdadeiramente do século XXI. Será um investimento no valor total de um milhão e quintos mil euros que irá permitir oferecer às cinco centenas de alunos e restante comunidade educativa um espaço escolar mais moderno, funcional e equipado para responder aos desafios do futuro. De acordo com o mesmo responsável, a sede do agrupamento de escolas passará a contar, a partir deste ano letivo, “com instalações sonhadas por muitos, há muitos anos”. Será amplamente habilitada “toda a área de serviços de reprografia, papelaria, bufete e polivalente, bem como todas as salas de aula, salas de apoio e demais espaços pedagógicos”. Será então, uma escola mais amiga do ambiente, com intervenções ao nível da “eficiência energética e acústica, revestimento a capoto, a par de obras de impermeabilização e pintura”.

A concluir, o Diretor salientou que, a par do forte investimento em infraestruturas, o Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva continuará a sua aposta numa oferta educativa que se adapte às necessidades do presente, garantindo as solicitações desta comunidade escolar no futuro através da continuação da aposta determinada no Ensino Secundário e o reforço da oferta de Ensino Profissional.

De seguida, José Mesquita, delegado regional de educação da região norte, salientou a satisfação de novamente estar entre a comunidade educativa neste dia solene, realçando o “projeto de vida” que existe para pais e filhos no Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva, que se materializa em “projeto de escola”.

            O Dr. Isidro Figueiredo, vereador da Educação, Ambiente e Associativismo, destacou o “papel empreendido pelo Professor António Figueiredo, diretor do agrupamento de escolas, que ajudou a transformar este espaço escolar mercê da dedicação, empenho e bom trabalho que vem realizando”, deixando a nota de que será “lançada para 2017 uma significativa intervenção de requalificação da escola”.

Placas e diplomas Comemorativas do “Quadro de Honra, de Mérito e de Valor e Excelência”

 

De seguida, a Sessão Solene contou com outro momento de grande valor simbólico - a entrega da Placa e diploma Comemorativa do “Quadro de Honra, de Mérito e de Valor e Excelência” aos alunos do 3.º ao 12.º ano que, no ano letivo 2015-2016, reuniram as condições de comportamento e sucesso académico excelente nas distintas áreas disciplinares.

Saliente-se que com o “Quadro de Honra, de Mérito, de Valor e de Excelência” e o “ Quadro de Mérito Desportivo” pretende a escola “reconhecer, distinguir e premiar as aptidões, atitudes e os brilhantes resultados escolares dos alunos”.

O Professor António Figueiredo felicitou, de forma especial, os alunos galardoados e as respetivas famílias, pelo excelente desempenho e pela merecida distinção por eles alcançados.

Cultura de Celebração

 

Ao longo da sessão houve lugar a diferentes apresentações por parte dos alunos do ensino articulado de Música e turmas de Educação Musical, do Grupo de Ginástica e do Grupo de Atividades Rítmicas e Expressivas do Desporto Escolar.

Momento relevante da cerimónia foi igualmente a entrega de prémios aos alunos vencedores das diferentes atividades levados a efeito no ano letivo transato, nomeadamente a conquista do Campeonato Nacional de Futsal do Desporto Escolar.

A entrega do Galardão Eco-escola, atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), secção portuguesa da Foundation for Environmental Education (FEE) – num total de 8 Bandeiras Verdes, permitiu a manutenção do estatuto de Eco-Agrupamento de Escolas.

A finalizar o vasto conjunto de iniciativas de carácter cultural e académico teve lugar por parte dos eco estudantes e professores responsáveis pelo projeto, o hastear da Bandeira Verde na escola sede do Agrupamento de Escolas.

 

Conferência com a Professora Doutora Manuela Grazina

 

À tarde teve lugar a Conferência “Felicidade com(s)Ciência: um alicerce para a construção do futuro com sucesso”, proferida pela Professora Doutora Manuela Grazina, professora da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) e Diretora do Laboratório de Bioquímica Genética (LBG) do Centro de Neurociência e Biologia Celular da Universidade de Coimbra.

A oradora abordou a importância da ciência na nossa vida, como fonte de conhecimento do modo de funcionamento do nosso cérebro, o qual controla as nossas emoções, o bem-estar e a motivação. Referiu que a felicidade vem do cérebro e podemos construí-la quanto mais cedo melhor, mas a boa notícia é que estamos sempre a tempo e salientou as diferenças que determinam o comportamento nos homens e nas mulheres, as quais residem no cérebro.

Segundo a palestrante, exercitar o cérebro é um dos maiores fatores de prevenção da   demência, “por isso temos que fazer coisas que estimulem o cérebro”.

Segundo a Professora Doutora Manuela Grazina, “A Felicidade pode explicar-se por fatores biológicos, nomeadamente ligados à Genética e à Neuroquímica cerebral. Neurotransmissores como a dopamina, a serotonina e endorfinas endógenas, entre outros, são grandes protagonistas neste processo complexo, uma vez que são determinantes no controlo de sensações como o bem-estar, o prazer, a motivação e a recompensa. (…) O entendimento desses mecanismos, de forma simples e clara, permite que nos surpreendamos com a forma extraordinária como funciona o organismo humano. Está ao nosso alcance estimular as vias cerebrais da recompensa, no sentido da melhor qualidade de vida, gestão do stresse e saúde, bem como otimizar a produtividade no contexto de ambiente de trabalho, sempre com motivação acrescida e valorizando as nossas melhores capacidades físicas e cerebrais. Com este conhecimento podemos ajustar as expetativas e as nossas práticas diárias, no sentido de alcançar a tão almejada Felicidade, individual e comum!”

A vasta plateia constituída por docentes, alunos, pais e encarregados de educação mostrou-se rendida ao profundo conhecimento científico da palestrante e ao modo e vivacidade colocados na conferência e no animado debate que se seguiu.