EB/JI do Picoto

A primeira escola primária a surgir no lugar do Picoto foi inaugurada em 10 de Janeiro de 1885 e destinava-se a servir o público masculino. Naquela época poucas crianças tinham acesso à instrução e, desse pequeno universo, muitos abandonavam precocemente a escola para ajudar os pais no sustento da família. O primeiro professor da escola do Picoto foi José Lopes Ribeiro de Almeida, natural de S. Miguel do Mato, do concelho de Viseu. Sucedeu-o na regência da mesma escola António José Ferreira de Almeida, natural da freguesia de Cucujães.
No início dos anos setenta, a escola do Picoto estava instalada no edifício que viria a ser a repartição de Finanças de Cucujães, mas encontrava-se num estado lastimável de degradação.
O então Presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Leopoldo Soares dos Reis, iniciou todo um processo de expropriação de seis mil metros quadrados de terreno para a edificação da nova escola primária no Picoto. Teria 16 salas de aula, doze casas de banho, um polivalente, uma cantina, uma cozinha, um gabinete médico e uma sala de professores. Contaria ainda com um recreio com campo de futebol e uma ampla caixa de areia para as crianças brincarem à vontade.
Nos tempos atuais, a Escola do Picoto acolhe o ensino pré-escolar e o 1º ciclo do Ensino Básico. Dispõe de uma acolhedora biblioteca escolar, carinhosamente apelidada de Picoteca, e complementada com uma sala de informática. Oferece ainda o serviço de Complemento de Apoio à Família, nas vertentes de prolongamento de horário, serviço de refeições e ocupação de tempos livres nos períodos de interrupção letiva.
Hoje, a ambição da sua comunidade educativa é a de qualificar os espaços mais degradados, renovar o parque infantil e construir uma portaria condigna que garanta níveis mais eficientes de segurança e o acesso coberto desde o estacionamento à entrada da escola.picoto

logo c autonomia web2

selo eco web

Kiosk

consulta alunos 1

kiosk1

Newsletter

Newsletter nº1

Ligações úteis

tsf1
expresso1
jn
sol
rr1
Publico