Notícias

Feira do Livro

A cargo das Bibliotecas Escolares, de 23 de novembro a 6 de dezembro, decorreu a edição da Feira do Livro 2017 da Escola Básica Comendador Ângelo Azevedo e da Escola Básica e Secundária Dr. Ferreira da Silva, cujos objetivos se centraram na promoção do livro e da leitura.

Com um programa rico e diversificado que incluiu a visita dos escritores João Manuel Ribeiro e Rui Gomes para os alunos do 3º ciclo e ensino secundário, a animadora Ana Azevedo para os mais novos, a par do ilustrador Sebastião Peixoto, este período foi ainda enriquecido por um conjunto de atividades de inegável interesse pedagógico, como o  Conta-me contos, dinâmica que envolveu as turmas no conto/leitura de histórias pelos alunos e professores e os Voluntários de leitura, com a participação das famílias.

A colaboração da Oficina de Teatro com a dramatização de pequenas histórias, a troupe de malabares que alegrou e cativou todos quantos assistiram e a dinamização de um ateliê de marcadores de livros pelo Projeto Eco Escola, tornaram este um momento particularmente apelativo e envolvente.

O centenário da revolução socialista soviética (1917-2017) e a evolução de uma ideia - a Igualdade

Dando cumprimento ao Plano Anual de Atividades, com a colaboração da Biblioteca Escolar, no âmbito da disciplina de História A, os alunos do 12.º Ano, de Línguas e Humanidades, assinalaram, no Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva, no passado dia 3 de novembro, o Centenário da Revolução Socialista Soviética, com a recriação de um debate entre historiadores “Lenine, um génio ou um impostor!”, seguida de uma reflexão/debate sobre “A evolução de uma ideia - Igualdade”, temática do projeto Parlamento dos Jovens.

Assim, o debate recriado pelos alunos sobre a figura de Lenine deu lugar a um debate ao vivo, entre os alunos, sobre a evolução do conceito de igualdade.

Igualdade ou equidade? É desejável? É possível?

Tomando como ponto de partida a canção Mulheres Atenienses, de Chico Buarque, alguns discentes do 9ºAno e do ensino secundário discutiram ideias em torno daquelas questões, partilharam opiniões, refletiram sobre o papel de género na sociedade e sobre o quanto pode ser sinuosa, escorregadia e mesmo árdua a ideia de igualdade e a sua aplicação nas rotinas individuais e diárias. O debate permitiu identificar óbices e delinear linhas de ação a favor de uma sociedade mais equitativa e justa.

Esta iniciativa só foi possível graças à compreensão e sensibilidade dos docentes que se disponibilizaram a acompanhar os alunos e à dedicação e espírito de colaboração de todos os que, direta ou indiretamente, contribuíram para o sucesso desta iniciativa.

Refira-se ainda a exposição de trabalhos elaborados pelas turmas de 3.º ciclo, na disciplina de História, nas bibliotecas escolares Cândida Reis e Comendador Ângelo Azevedo.  

Ciclo de Cinema

Com a colaboração próxima da Biblioteca Escolar, as turmas do 12º Ano – Línguas e Humanidades, promoveram, nos dias de 11 e 12 de dezembro, na Biblioteca Escolar, um ciclo de cinema Linguagens e Temas do Cinema Português no século XX, relativo ao Estado Novo, na década de 40. Os filmes projetados foram o Aniki-Bobó, de Manoel de Oliveira (1942), e O Pátio das Cantigas, de Adolfo Dias e António Fonseca Galhão (1942). Os alunos do 12º Ano efetuaram o tratamento dos filmes enquanto documentos históricos e convidaram os colegas do 9º Ano a verem os filmes com “outros olhos”, considerando-os instrumentos ao serviço da ideologia do Estado Novo.

Toplita na Roménia, ponto de encontro de Parceiros do projeto Erasmus+ “Working with movies – moving people and their ideas”

Teve lugar entre 26 de novembro e 2 de dezembro de 2017, o 3.º encontro de parceiros do Projeto Erasmus+ “Working with movies – moving people and their ideas”, sendo anfitriã a Scoala Gimnaziala “Miron Cristea”, em Toplita, Roménia.

Professores e alunos de Portugal, Itália, Turquia, Letónia e Roménia mobilizaram-se para debater e partilhar experiência sobre a realidade dos refugiados a nível global e local.

O primeiro dia ficou marcado pela receção aos parceiros por parte da diretora da escola anfitreã, seguindo-se uma sessão de boas-vindas onde pontuaram belíssimas atuações musicais apresentados pelos alunos da Scoala Gimnaziala “Miron Cristea”. O resto da manhã foi ocupado com a visita às instalações, bem como a tomada de conhecimento das suas dinâmicas. A finalizar, uma visita pedestre à pequena cidade de Toplita, e aos seus locais mais emblemáticos.

A parte da tarde foi reservada à apresentação de trabalhos das escolas participantes relativos à temática deste encontro: os refugiados. Foi interessante verificar a forma como os diversos países envolvidos lidam com esta problemática. Apesar das diferentes localizações geográficas e culturas distintas, todos os envolvidos evidenciaram a perceção da urgência em acolher de forma adequada este novo tipo de migrantes.

Ler mais: Toplita na Roménia, ponto de encontro de Parceiros do projeto Erasmus+ “Working with movies –...

Corta-mato escolar mobiliza agrupamento de escolas

Na manhã do dia 6 de dezembro de 2017 realizou-se o corta-mato escolar na EBS Dr. Ferreira da Silva e EB Comendador Ângelo Azevedo, organizado e dinamizado pelos professores de educação física e direção do agrupamento de escolas.

Com a participação da maioria dos alunos do agrupamento de escolas, do 1.º ao 12.º ano, o movimento e a alegria estiveram bem presentes nesta atividade. Foi um momento envolvente, recheado de energia positiva e ação que permitiu o apuramento dos alunos que representarão o agrupamento de escolas no corta-mato regional.

Foram entregues medalhas aos três primeiros classificados de cada prova, um prémio aos vencedores e um lanche a todos os alunos participantes, que a direção do agrupamento de escolas facultou. 

Os professores de educação física agradecem os contributos da direção do agrupamento de escolas e da câmara municipal de Oliveira de Azeméis, sem os quais não teria sido possível realizar com êxito esta atividade, bem como a todos aqueles que com eles colaboraram na dinamização desta atividade tão envolvente, nomeadamente aos alunos, aos professores, aos assistentes operacionais e técnicos e ao Núcleo de Cucujães da Cruz Vermelha Portuguesa.